terça-feira, 24 de novembro de 2009

Metallica X Megadeth

Eu sou fã de duas bandas que literalmente competiram musicalmente ao longo dos anos. Quem é fã de Metallica ou Megadeth certamente sabe da guerrinha que rolou (ou rola) durante muitos anos entre as 2 bandas. Pelo menos por parte do Dave Mustaine, líder do Megadeth, e tb por parte dos fãs de cada uma das bandas, que na maioria das vezes agem como se fizessem parte de exércitos inimigos.
Mas pra entender melhor o pq disso tudo, vamos voltar no tempo, mais precisamente nos primórdios da década de 80 e entender melhor essa história toda.

O segundo semestre de 1982 marcou as primeiras grandes brigas internas no Metallica, especialmente o duelo de egos entre o vocalista, James Hetfield e o então guitarrista solo da banda, Dave Mustaine. Para resumir a história: Mustaine passava por um sério problema com álcool e drogas, particularmente durante os shows, o que atrapalhava a performance de todos.

Para piorar, não eram raras as vezes em que os dois quebravam o pau em cima do palco mesmo, pois Mustaine não se contentava em ficar ao lado do guitarrista/vocalista; Ele queria os holofotes e abusava da paciência dos outros encaixando solos inexistentes e criando verdadeiros malabarismos para desviar a atenção do público (você consegue alguns exemplos disso em trechos do clássico vídeo Cliff´Em All). Lógico que todos na banda bebiam, mas sabiam controlar os seus limites, o que não acontecia com Dave.

Uma briga, em especial, ficou muito famosa: James, Lars Ulrich (baterista) e Ron McGovney (baixista da época) estavam em casa. Ron tomava um banho e Dave chegou bêbado com seu cachorro (descrito como uma máquina assassina). O cão resolveu passear e descobriu o carro de Ron na garagem com a porta aberta. Bom, digamos que o animal (me refiro ao cachorro) destruiu todo o estofamento do bólido.

Quando James viu a cena, imediatamente ordenou que Mustaine fosse embora com seu bichinho, sendo que o guitarrista não estava em seus melhores humores e virou um soco violento na cara de Hetfield, que também revidou e um quebra-pau generalizado começou até que Lars interveio e separou os dois.

Em outra ocasião, já bêbado e com certa raiva de McGovney, Mustaine decide aprontar uma "brincadeirinha." Enquanto o baixista não chega Mustaine despeja uma garrafa de vodka no baixo e no amplicador de Ron, no momento em que o baixista chega e vai plugar o instrumento "BUM", sai voando pela sala. Nisso Ron e James partem para cima de Mustaine, resultado? Hetfield e McGovney ao chão.

Johnny Zazula (ou Johnny Z como gosta de ser chamado), o proprietário de uma loja de discos chamada Rock´n´Roll Heaven, cansado de procurar em vão por uma boa proposta, tomou uma decisão drástica: pegou toda sua grana guardada com o lucro da loja, fundou sua própria gravadora - a Megaforce Records – e assinou com o Metallica como a primeira contratação.

Johnny conhecera o Metallica alguns meses antes, quando um cliente chegou em sua loja com o No Life ´Til Leather e o Live Metal Up Your Ass nas mãos pedindo para ele ouvir aquele som.

Após mais uma audição cuidadosa do No Life ´Til Leather e da nova Demo e certo de um bom negócio, Johnny concordou em mandar cerca de 1.500 dólares de adiantamento para James, Lars, Cliff Burton (que nessa altura do campeonato já havia substituido Ron nas 4 cordas), Dave e também o roadie, Mark Whittaker, para que eles alugassem um furgão, colocassem todo o equipamento dentro, enchessem o tanque e fossem para Nova Jersey.

Durante essa fadada viagem da banda da Bay Area até New York, a banda confinada dentro de um U-Haul (caminhonete americanas alugadas para mudanças) já estava escutando algumas demos de guitarristas.

Durante a viagem, Mustaine surta e diz que eles precisam parar pois havia caído ferrugem nos seus olhos. A banda nega a parada e Mustaine ataca Lars e cia. Resultado? Nova pancadaria.

A viagem durou mais ou menos uma semana com os integrantes se revezando no volante, mas quase se transformou em tragédia quando um Dave Mustaine bêbado bateu o carro em um Jipe. Por sorte ninguém se machucou, mas aquela foi a gota d´água entre Mustaine e os demais integrantes: a oportunidade da vida e o guitarrista quase jogou tudo fora por seus excessos.

Para que o investimento no novo ramo não resultasse em prejuízo, Johnny acompanhava atentamente cada show e ensaio da banda na Costa Leste e começou a se sentir desconfortável com a atitude de Dave Mustaine em relação aos demais. Mustaine estava sempre fora de controle, bêbado, drogado, displicente com as responsabilidades e prejudicava os shows de abertura do Venom.

A situação era insustentável, mas até hoje, nem Johnny, nem os integrantes do Metallica e nem o próprio Mustaine revelaram qual foi o grande estopim na história. A verdade é que assim que chegaram em Nova Jersey, os integrantes já queriam Dave fora pelo acidente que aconteceu na viagem.

O último show do Metallica com Dave Mustaine ocorreu no L´amours em Nova York em 9 de Abril de 1983 com o Venom e o Vandenberg. Pouco depois da apresentação, James, Lars e Cliff decidiram quem iria informar Mustaine que ele estava demitido.

Cliff acabara de entrar na banda, Lars temia a reação violenta do guitarrista, portanto sobrou para James Hetfield a comunicação do fato. Sem muita enrolação, James apenas disse que todos pensaram muito e as coisas não poderiam mais continuar da forma que estava. Dave estava fora.

O guitarrista, pra variar totalmente bêbado, demorou cerca de 10 minutos para arrumar suas coisas e foi colocado em um ônibus de volta para San Francisco. Reza a lenda que Mustaine passou a viagem inteira inconsciente após o último porre e só acordou (entenda-se “percebeu o que tinha acontecido”) em casa.

A saída de Dave Mustaine do Metallica é um dos capítulos mais polêmicos da história da banda e até hoje gera repercussão. Quem assistiu ao DVD Some Kind of Monster deve se lembrar da cena clássica em que o guitarrista discute com Lars Ulrich as conseqüências de sua saída e o quanto isso representou nas décadas seguintes.

Muito magoado, Dave formou o Megadeth em San Francisco alguns meses depois jurando que iria ofuscar o sucesso do seus ex-colegas e deu diversas entrevistas alfinetando James e Lars e ainda acusando Kirk de roubar indevidamente todos os seus solos naquelas primeiras músicas da banda.

A novela Metallica X Megadeth ainda gera muita polêmica e volta e meia, nos deparamos com declarações de Dave Mustaine, ora malhando a banda, ora pedindo desculpas e reconhecendo seus erros no passado.

Infelizmente parece que a ferida não cicatrizou ainda no Dave Mustaine mas de certa forma, o mundo do metal se beneficiou dessa briga , ganhando não só uma, e sim duas bandas da melhor qualidade.

Referências Bibliográficas:

BNR – Metal Pages. http://www.bnrmetal.com
Encyclopedia Metallica. http://www.encycmet.com
Metallica Official. http://www.metallica.com
PUTTERFORD, MARK. Metallica In Their Own Words. UK: Omnibus Press, 2000
RUSSELL, XAVIER. The Definitive Metallica. UK: Omnibus Press, 1992
McIVER, JOEL. Justice for All: The Truth About Metallica. USA: Omnibus Press, 2004
fonte: whiplash

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar do RODZ ONLINE. Não deixe de seguir. Sua visita e comentários mantem o blog vivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...