quinta-feira, 5 de novembro de 2009

A Ressurreição do Hard Rock

Eu comecei a curtir Rock no começo dos anos 90, época em que o Nirvana apareceu e junto com um punhado de bandas Grunge de Seattle fizeram o bom e velho Hard Rock desaparecer. Só pra deixar registrado, eu sempre curti mais as chamadas "Hair Bands", ou Metal Farofa, como são vulgarmente conhecidas no Brasil. Naquela época essas bandas bombavam nas rádios e na MTV. E por isso mesmo dependiam muito da mídia (jornais, revistas, rádio e TV) para continuarem ativas, divulgando seu trabalho e aparecendo para os fãs. A cada semana era possível conhecer uma nova banda de Hard Rock despontando no cenário Glam.

Com o domínio grunge durante os anos 90, as bandas de Hard Rock perderam força, as vendas dos albuns despencavam e muitas delas acabaram pendurando as chuteiras ou tentaram mudar seu estilo para se enquadrar as tendências musicais. O mesmo acabou acontecendo com as bandas no estilo 'Thrash Metal", vertente do Heavy Metal.

Poucas bandas conseguiram se manter na ativa , caso de Bon jovi e Kiss, que apesar do sucesso atual, tiveram seus altos e baixos ao longo dos últimos anos, mas não se separaram e conseguiram se manter em meio aos modismos musicais, lançando albuns e fazendo turnês.



Agora, porém, o papo é outro. Com a difusão da internet, qualquer artista pode divulgar suas músicas, fotos, entrevistas, shows, turnês e estar em contato direto com os fãs do mundo todo. São essas facilidades tecnologicas aliadas a uma certa nostalgia em relação à década de 80 que vem crescendo atualmente, que fizeram com que muitas bandas que marcaram história nos tempos áureos do Glam, descobrissem que ainda tem muitos fãs antigos ouvindo suas músicas e ávidos por assisti-los novamente ao vivo.




Isso foi o ponto de partida pra bandas de Hard Rock que até então estavam esquecidas nos EUA, se agrupassem para uma turnê (de tremendo sucesso, diga-se de passagem). Foi o que fizeram Poison, Dokken, Cinderella e Slaughter.

Os medalhões do Mötley Crüe (Reis nos EUA), apesar de nunca terem perdido prestígio nas terras do Tio Sam, já trocaram de membros e deram um tempo durante alguns anos. Hoje, com a formação original, a banda organiza seu próprio festival itinerante, o Crue Fest, que já está na segunda edição, onde tocam como Headliners em várias cidades e dando oportunidade a novas bandas de se tornarem conhecidas do grande público.



O Guns N' Roses, depois de mais de 10 anos de sumiço, lançou um album mediano mas jamais é esquecido pelos fãs que ficam na expectativa por novas apresentações da banda, mesmo que a formação atual seja apenas Axl Rose e alguns músicos contratados, já que ninguém nunca sabe ao certo quem vai tocar o quê. Saudades do tempo em que a banda era Axl, Slash, Izzy, Duff e Steve.





O Mr. Big também retornou depois de alguns anos inativo, dessa vez com a formação original, com Paul Gilbert nas guitarras e Billy Shennan e Eric Martin convivendo pacificamente. A banda não satisfeita, vai lançar ainda esse mês, um Mega DVD duplo, com mais de 2 horas de sucessos gravados ao vivo em Tóquio, em show realizado em Junho de 2009.




Outras bandas menores, mas também de boa qualidade como Warrant, Tyketto e Kip Winger (que fez fama com sua banda "Winger") também voltaram a ativa. O Danger Danger , Stryper e Lynch Mob foram ainda mais ousados e lançaram álbuns inéditos. Os veteranos do Ratt, por sua vez, não quiseram ficar pra trás e anunciaram o seu novo album para março do ano que vem.
O Europe , que chegou ao seu ápice em 86 com o mega sucesso "The Final Countdown" voltou depois de 13 de separação , com o mesmo estilo de som e já lançou três álbuns incríveis desde então.


Apesar dessa retomada do Hard Rock, algumas bandas não conseguiram destaque. O Firehouse apesar de ter lançado bons albuns ao longo dos anos nunca mais conseguiu ficar em evidência nem fazer grandes tours. Mesmo destino teve o Skid Row, que depois do mega estrelato vivido no fim dos anos 80 e início dos anos 90, com Sebastian Bach nos vocais, hoje se tornou uma banda de barzinhos. Aliás, Bach, mesmo sem ter a mega fama que tinha, segue em frente com sua carreira solo (como cantor e tb como ator), fazendo algum sucesso nos EUA e Canadá.



E o Van Halen? Depois da saída de Sammy Hagar, não conseguiu mais se firmar e passou por uma série de conflitos internos. Resta saber se conseguirão retornar a cena e com qual formação.

Com toda essa onda de revival em relação ao Hard Rock, até o Twisted Sister voltou do reino dos mortos. O grupo se apresenta aqui no Brasil e, segundo Dee Snider, se não fosse ele e sua banda, nenhum dos nomes que citei nesse texto teriam existido.
Pois é...o fanfarrão tem falado por aí que o Twisted Sister foi a maior banda de sua época e que todos os grandes nomes do Hard Rock o imitaram de alguma forma.
Menos, Dee, menos...

De qualquer forma, espero que o Hard Rock possa mesmo se revitalizar, pq depois que eu assisti ao vivo shows do Poison, Bon Jovi, Skid Row, Aerosmith, Kiss, Extreme, Ted poley (Danger Danger), Firehouse, entre outros, só tenho uma coisa a dizer: "Long Live to Rock N Roll"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar do RODZ ONLINE. Não deixe de seguir. Sua visita e comentários mantem o blog vivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...