sábado, 24 de abril de 2010

Spartacus: Blood and Sand


O icônico personagem Spartacus já figurou em centenas de livros e foi imortalizado nas telas do cinema pelo diretor Stanley Kubrick e pelo astro Kirk Douglas mas dessa vez quem narra a sua saga na TV são os produtores Joshua Donen e Sam Raimi (ele mesmo, o diretor da trilogia Homem-Aranha).

A série Spartacus: Blood and Sand fez sua estréia em Janeiro de 2010 e conta a história de um escravo trácio que acabou se tornando um dos mais respeitados gladiadores e foi o líder da mais célebre revolução da Roma Antiga.

Depois de assistir ao nono episódio de um total de treze, resolvi fazer minhas considerações aqui no blog. A produção milionária é um mix de Rome, Gladiador e 300. A direção de arte e fotografia são recheada dos mesmos efeitos visuais presentes no filme "300". Agora vou logo avisando, quem não curtiu 300 e não gosta desses tipos de efeitos, estilo video game e com sangue jorrando em excesso, certamente não vai gostar de Spartacus e vai achar a série muito exagerada e fake. Eu recomendo, embora tenha certeza que muita gente vai odiar.

Contornando os eventuais problemas que surgem de uma adaptação histórica, os produtores tomaram a decisão de romancear livremente a história para desenvolver o enredo do seriado. O ritmo está bem cadenciado, não deixando os episódios ficarem arrastados apesar das atuações da maioria do elenco serem apenas medianas. Destaque para o combate entre o gigante Theokoles, Crixus e Spartacus no sexto capítulo.

Pra quem ainda não conhece e deseja saber mais, na trama, o guerreiro trácio, Spartacus e sua esposa, Sura, são capturados depois de presenciarem sua aldeia ser dizimada pelos romanos e se tornam escravos. Sura é vendida a mercadores sírios enquanto Spartacus é condenado à morte na arena de Cápua após desafiar o comando do romano Claudius Glaber. Antes de ser jogado à morte na arena, Spartacus testemunha a morte de cinco de seus companheiros. Quando chega a sua vez, para surpresa de todos, Spartacus, motivado em reencontrar sua esposa, mata quatro gladiadores e se torna o novo preferido da plebe. Depois do duelo, Spartacus é comprado pelo lanista e proprietário do ludus (espécie de academia de Gladiadores) de Cápua, Quintus Batiatus (John Hannah, da trilogia A Múmia), que pretende lucrar com o seu mais novo escravo.

Spartacus: Blood and Sand tem ainda em seu elenco a experiente atriz Lucy Lawless (A princesa guerreira Xena) e os 13 episódios são repletos de ação, muita violência, sangue jorrando e muitas cenas de sexo. Antes mesmo de sua premiere ter sido veiculada, o canal Starz apostou alto na trama de Spartacus que já foi renovada para uma nova temporada e que possivelmente irá se chamar "Spartacus: Vengeance".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar do RODZ ONLINE. Não deixe de seguir. Sua visita e comentários mantem o blog vivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...