quarta-feira, 12 de maio de 2010

UFC 112 e 113


Eu tinha esquecido de postar sobre o UFC 112, então vamos começar falando nele e das lutas mais interessantes...

No card principal os destaques eram para os combates entre BJ Penn e Frankie Edgard pelo cinturão dos pesos leve, Anderson Silva e Demian Maia pelos médios e a luta entre Renzo Gracie e Matt Hughes.

O campeão BJ Penn entrou no ringue contra Frankie Edgard sem muita iniciativa e não mostrou as qualidades de boxeador que o consagraram. Edgard por sua vez, apesar de não ter conseguido acertar nenhum golpe contundente, demostrou muito mais disposição de lutar. Depois de cinco rounds sem graça, os juízes acharam por bem dar a vitória para Frankie Edgard, agora, o novo campeão dos pesos leve.


Renzo Gracie teve uma atuação medíocre em sua volta ao MMA. Sem o devido preparo, Renzo mal conseguiu acompanhar os golpes de Matt Hughes que dominou completamente o combate. Hughes protagonizou um momento de gargalhadas na arena depois de ajudar Renzo a se levantar após acertar um forte golpe. No terceiro round Hughes decidiu finalizar a luta, encostou Renzo na grade, desferiu alguns socos em um Renzo Gracie totalmente exausto e viu o juiz decretar sua vitória.

A grande expectativa do UFC 112, em Abu Dhabi, era definitivamente a performance de Anderson Silva, o favorito absoluto contra Demian Maia. No início da luta tudo parecia a favor de Silva e torcida, lutador e até juiz se divertiam com a performance de Anderson. Porém no fim das contas, a vitória ficou em segundo plano.

Já no segundo round, Anderson foi ainda mais longe e colocou a mão na cintura, chamando Demian para o combate e batendo com as mãos no chão. Ele parecia não se importar que seu adversário era considerado o melhor lutador de jiu-jitsu do mundo na atualidade.

No terceiro round, pelo primeira vez, Demian Maia tentou um ataque e Anderson Silva não se abalou. Pelo contrário, partiu para cima, pulou, sambou e brincou no octagon. Silva chegou a ficar atrás do juiz fingindo que brincava de esconde-esconde e provocando muitos risos, inclusive no árbitro que chegou a empurrar Anderson Silva.

No penúltimo round as coisas começaram a mudar de figura. Nem Anderson e nem Maia quiseram partir pra cima e durante os cinco minutos, rodaram no octogon. Ambos chegaram a discutir, se acusando mutuamente de fugir da luta.

No último round, com bastante agressividade Maia partiu para cima e até conseguiu acertar alguns socos, fazendo a torcida gritar seu nome em coro. Maia reclamou muito da falta de combatividade de Anderson Silva e o árbrito parou o combate aplicando uma advertência em Silva que continuou rodando em volta do octogon até o fim da luta.

Anderson Silva venceu Demian Maia, mantendo o cinturão dos médios, mas saiu sob muitas vaias. Essa é a terceira vez que Silva sai vaiado entre as suas últimas quatro lutas, porém é a 11ª que vence de forma consecutiva e a 7ª que mantém o cinturão. Foi difícil conseguir ouvir a entrevista de Anderson Silva logo após o anúncio da vitória, uma vez que o público vaiava muito. Silva acabou se desculpando pela falta de humildade na luta e disse que não sabe o que aconteceu com ele.

Demian Maia deu entrevista ao site MMA Fighting, e falou da falta de respeito do adversário e já quer treinar para uma revanche.

"Ele foi muito desrespeitoso, mas sem problemas, é o jeito dele. Depois da luta, ele me pediu desculpas, mas eu acho que é certo para ele ter feito o que fez durante a luta. Ele ficou me provocando em português durante a luta. Ele é o melhor do mundo, tudo bem. Mas agora quero treinar de novo para pegá-lo mais uma vez."



--------------------------------------------------------------------------------------

No UFC 113, realizado no último sábado em Montreal, no Canadá, o combate mais esperado da noite foi a revanche entre os brasileiros Lyoto Machida e Maurício Shogun Rua, onde estava em jogo o cinturão dos meio-pesados.

Na primeira vez que se enfrentaram no UFC 104, ambos fizeram uma luta bastante contida taticamente falando e em decisão polêmica dos juízes, Machida saiu vitorioso.

Desta vez o combate foi bem diferente. Lyoto acabou surpreendendo a todos com a tentativa de uma nova estratégia, dessa vez conseguiu derrubar Shogun duas vezes e tentou trabalhar na luta de solo mas Mauricio conseguiu se levantar nas duas oportunidades e aos 3 minutos e 35 segundos do primeiro round conseguiu encaixar uma sequência devastadora que liquidou a fatura. Primeira derrota na carreira de Machida, que agora tem em seu cartel 16 - 1.

Shogun assume o posto de campeão com a sensacional marca de 16 nocautes em 19 vitórias e vai tentar manter seu cinturão da categoria mais disputada do UFC. Desde maio de 2007, quando Quinton Jackson venceu Chuck Lidell, os meio-pesados tem agora seu quinto campeão; Quinton Jackson, Forest Griffin, Rashad Evans, Lyoto Machida e Maurício Rua.


Outra luta interessante foi entre o famoso brigão do Youtube, Kimbo Slice e Matt Mitrione.
Apesar de contar com o apoio da torcida, Kimbo não rendeu o esperado e decepcionou. Definitivamente Slice não está no mesmo nível dos principais nomes do MMA e mesmo enfrentando o inexperiente Matt Mitrione, Kimbo ficou exausto logo no primeiro round. Matt dominou a luta e no segundo round montou e castigou Kimbo que foi salvo pela interrupção do juiz.

A grande expectativa é saber se o UFC vai fazer com que Kimbo consiga baixar seu peso pra lutar entre os meio-pesados. Dessa forma existe a possibilidade que ele se saia melhor, evitando mais facilmente as quedas e consiga mostrar mais do seu boxe refinado e consiga finalmente mostrar para os fãs do UFC os nocautes que o tornaram famoso na internet.

Em mais um combate da noite, em luta válida por vaga na disputa do cinturão da categoria até 77 kg contra George St Pierre, Josh Koscheck venceu e conquistou seu direito de revanche contra o GSP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar do RODZ ONLINE. Não deixe de seguir. Sua visita e comentários mantem o blog vivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...