sexta-feira, 27 de agosto de 2010

A Origem - Inception


Assisti ao filme A Origem (Inception, no original) no fim de semana de estréia mas só agora vim comentar. Pode parecer um filme confuso pra muitos mas na verdade, a sua estrutura é até bem tranquila de se acompanhar embora em alguns momentos o próprio diretor Christopher Nolan (Batman - O Cavaleiro das Trevas) deixe-o complicado.

A história gira em torno de uma máquina projetada para invadir sonhos e o planejamento de um golpe, se utilizando, é claro, dessa mesma máquina. Enquanto isso, nós espectadores, vamos aprendendo o essencial pra entender a função de cada personagem na trama. Sim... É evidente que na hora de passar o golpe do papel para a prática, algo teria que sair errado e essa é a deixa para as improvisações.

Como todo filme que envolve um golpe costuma ter um novato, A Origem não foge a regra, até pq é justamente por conta do calouro que o espectador entende toda a maquinação necessária para fazer o golpe funcionar. Em A Origem, a personagem de Ellen Page, a estudante Ariadne é quem faz a função de novata e se torna a responsável por tirar as nossas dúvidas junto aos veteranos, representados por Joseph Gordon-Levitt e Leonardo DiCaprio que se revezam nas explicações da brincadeira para deixar as regras do jogo bem claras.

O único problema foi que Nolan acabou se estendendo muito com regras e reviravoltas desnecessárias que acabam fazendo a gente se perder pelo caminho. Prova disso é quando a personagem Ariadne numa das muitas bifurcações da trama fica confusa e pergunta: "Calma aí... no subconsciente de quem estamos entrando mesmo?". Se ela se confundiu...

Alguns podem achar o filme longo e cansativo. Fato. O filme bem que poderia ter uns 40 minutos a menos. Mas a verdade é que Nolan bolou uma trama de suspense cabeça com a história dos sonhos. Depois de assistir A Origem, vai bater aquela vontade de rever o filme e tentar entender o enigma proposto por Nolan, que no fim das contas não deve fazer sentido nenhum. Confiram e Comentem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar do RODZ ONLINE. Não deixe de seguir. Sua visita e comentários mantem o blog vivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...