quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Machete - Resenha


Farei agora minhas considerações sobre Machete, o mais novo filme de Robert Rodriguez, que surgiu a pedido dos fãs depois de ser apresentado nos trailers falsos do mal-sucedido projeto "Grindhouse", parceria com Quentin Tarantino.

Robert Rodriguez decidiu transformar Machete em um longa e contou com o mesmo elenco apresentado no falso trailer. Aliás, elenco estelar, diga-se de passagem: Danny Trejo, Robert De Niro, Michelle Rodriguez, Steven Seagal, Jessica Alba, Cheech Marin e Lindsay Lohan. Tá bom pra vcs?

Pois é. Eu curti muito o trailer e o elenco todo, principalmente a presença do Robert De Niro e da Michelle Rodriguez. Só que infelizmente, mesmo com um elenco de peso, o filme fica mais na promessa do que efetivamente o seu potencial permitiria para o filme decolar. Machete se mostrou abaixo da expectativa que o seu trailer acabou criando. Não chega a ser ruim caso não seja levado muito a sério mas definitivamente eu esperava mais.



Na trama, o renegado Machete (Danny Trejo) é um ex-agente federal mexicano que depois de ser esculachado pelo big boss do narcotráfico, Torrez (Steven Seagal), perambula pelas ruas do estado americano do Texas. É quando Benz (Jeff Fahey), um relações públicas que costuma limpar a barra de políticos corruptos, faz com que Machete acabe aceitando na marra, uma proposta para assassinar o senador corrupto McLaughlin (Robert De Niro).



O filme é divertido em vários momentos, como quando se propõe a homenagear os elementos característicos dos anos 70, com cenas de ação absurdas, cabeças e mãos sendo decepadas e muito sangue jorrando. Rodriguez soube explorar o sex appeal do elenco feminino com Jessica Alba e Lindsay Lohan seminuas. Não posso esquecer da Michelle Rodriguez. Uma graça!!!



A sequência inicial, logo antes dos créditos, é sensacional mas o problema de Machete é que na maior parte do tempo, Robert Rodriguez acaba cansando o espectador com diálogos totalmente descartáveis entre as cenas de porradaria. O grande barato do filme fica mesmo é em assistir o elenco estelar embarcando na brincadeira. Não vou ficar entregando os detalhes pra não estragar a surpresa de quem for assistir. No fim do filme, são anunciadas duas seqüências ("Machete Kills" e "Machete Kills Again"), mas fica a dúvida se é pra valer ou se trata apenas de mais uma graçinha de Robert Rodriguez. Vamos aguardar.




Machete está sendo exibido no Festival do Rio 2010. Confiram as datas e horários de exibição e fiquem atentos para eventuais mudanças.

* Sábado - 02/10 - Est Vivo Gávea 5 - 13h10
* Sábado - 02/10 - Est Vivo Gávea 5 - 19h40
* Domingo - 03/10 - Estação Botafogo 1 - 15h45
* Domingo - 03/10 - Estação Botafogo 1 - 21h45
* Segunda - 04/10 - São Luiz 3 - 14h00
* Segunda - 04/10 - São Luiz 3 - 19h00



terça-feira, 28 de setembro de 2010

24 Anos sem o Gênio do Baixo, Cliff Burton

A data era 27 de setembro do ano de 1986. Madrugada de sábado. Os dois ônibus que faziam parte da turnê do Metallica estavam fazendo o seu caminho pela estrada deserta , perto da pequena cidade de Ljungby na Suécia.

Repentinamente, por nenhuma razão aparente, aproximadamente às 6h15 da manhã, um dos ônibus desviou violentamente para a direita.

O veículo tombou num fosso ao lado da estrada. A polícia sueca chegou no local do acidente, e prendeu o motorista, seguindo o protocolo local, soltando-o logo em seguida.

Cliff Burton (baixista, Metallica) morreu nesse mesmo acidente de ônibus (provavelmente enquanto dormia) enquanto a banda viajava rumo a Estocolmo, na Suécia. O veículo capotou, e seu corpo foi jogado para fora, sendo esmagado pelo próprio ônibus.

Investigações concluiram que a causa da derrapagem foi uma fina camada de gelo na estrada. Cliff Burton foi a única vítima fatal do acidente. Apesar de sua morte, até hoje Cliff é citado como o melhor baixista q o Metallica já teve e é tb lembrado com carinho pelos milhares de fãs que deixou.

Aqui vai a homenagem do Rodz Online ao mestre Burton:

domingo, 26 de setembro de 2010

Primal Fear - Nuclear Fire

Vou deixar a dica pra vcs hoje do Primal Fear, banda que tive a chance de assistir ao vivo em 2004. É inevitável não lembrarmos de Rob Halford do Judas Priest ao ouvirmos o vocalista Ralph Scheepers. Isso é fato. Mas mesmo sendo comparado e taxado de clone do Judas Priest, o Primal Fear já provou que tem identidade própria e o album Nuclear Fire de 2001 já era a prova definitiva disso.



A única ressalva a ser feita é que o Primal Fear, ou melhor dizendo, o patrão, baixista, produtor e compositor, Matt Sinner, sempre optou por fazer uma abordagem do estilo heavy metal tradicional e com talento ímpar segue a cartilha, não abrindo margem para se aventurar em experimentalismo. Essa proposta não implica na capacidade dos demais integrantes, Stefan Leibing e Henny Wolter (guitarras) e Klaus Sperling (Bateria), já que eles não demonstram limitações e sim serem músicos competentes.

Falando das faixas, “Now Or Never” já nasceu um clássico imediato, “Nuclear Fire” e "Eye Of An Eagle" correspondem a tudo que um fanático por heavy metal espera de uma música, a combinação de peso e melodia na dose certa. “Bleed For Me” é a tradicional e excelente balada heavy. O album é perfeito para os fãs do estilo Gamma Ray, Sinner, Judas Priest e afins.


1. Angel In Black
2. Kiss Of Death
3. Back From Hell
4. Now Or Never



5. Fight The Fire
6. Eye Of An Eagle
7. Bleed For Me



8. Nuclear Fire



9. Red Rain
10. Iron Fist In A Velvet Glove
11. Fire On The Horizon
12. Living For Metal

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Sacha Baron Cohen será Freddie Mercury nos Cinemas


Há muito tempo que já rola na rede um boato de que Sacha Baron "Borat" Cohen daria vida nas telonas ao cantor Freddie Mercury, vocalista do Queen, falecido em 1991 com apenas 45 anos. Pois os boatos parecem estar se tornando realidade. De acordo com o site Deadline, o produtor do longa, Graham King, teria confirmado a informação de que Borat, digo, Sacha Baron, já teria fechado contrato para protagonizar o filme sobre o cantor no ano que vem.

A trama promete se concentrar nos anos de formação da banda, abrangendo até a performance do Queen no Live Aid, em 1985, deixando de fora os derradeiros anos de Mercury. As canções do Queen como "Bohemian Rhapsody", "We Will Rock You", "We Are the Champions", "Another One Bites The Dust" e "You're My Best Friend" já estão inclusas nos direitos de adaptação.


A produção é da GK Films, propriedade de King, da Queen Films e da Tribeca Productions de Robert De Niro. Nenhum diretor foi contratado ainda e também não se sabe se Cohen vai cantar ou apenas vai caprichar na dublagem das músicas. Aliás, na minha opinião, a semelhança física não será problema. A questão é: Cohen vai conseguir uma atuação convincente, se desligando dos tipos caricatos que costuma interpretar? É aguardar pra ver.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Big Four - Assistam ao Sensacional Trailer do DVD

É verdade, não tem nem uma semana que eu falei do DVD do Big Four aqui... mas vcs precisam assistir a esse novo trailer!!! Simplesmente sensacional. "Big Four: Live From Sofia, Bulgaria" estará disponível no dia 2 de novembro. Deu até uma pontinha de inveja dos búlgaros por não estar lá...



quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Fringe - Easter Eggs no Poster Promocional

O novo poster promocional do ano três de Fringe conta com alguns easter eggs (brincadeiras e surpresas escondidas em filmes, fotos, etc) que não são tão óbvios quanto podem parecer. Alguns são até um pouco complicados de se enxergar caso não se saiba exatamente o que procurar. Cliquem na imagem para ampliar e confiram alguns deles revelados na sequência.



O reflexo no vidro é obviamente do Observador.

A Olivia e o Walter do mundo alternativo passeiam pela rua.

O jornal em primeiro plano é o “The New York Messenger”, possivelmente o “New York Times” do mundo alternativo. No título do artigo da primeira página está escrito “Secretário Bishop vai se reunir com o Congresso para avaliar o protocolo de quarentena”.

A mão de seis dedos que aparece nos variados símbolos de Fringe também está marcada na mesa.

O logotipo da xícara de café é o da Fringe Division do mundo alternativo.

Tem uma foto da Olivia no poste de luz.


Lembrando que o eletrizante seriado é exibido aqui no Brasil pelo SBT (com o título Fronteiras) e na TV por assinatura pelo Warner Chanel. Pra quem ainda não assistiu, não perca tempo. A primeira temporada já se encontra disponível em DVD aqui no Brasil.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Dexter - A Quinta Temporada


O serial killer mais querido de todos os tempos está voltando!!! A quinta temporada de Dexter vai começar a ser exibida no dia 26 de setembro, nos Estados Unidos, é claro. Em terras tupiniquins, Dexter pode ser visto no canal por assinatura FX, sabe-se lá quando.

E já que o assunto de hoje é o Dexter, é bom lembrar que o canal Showtime já liberou as primeiras imagens da atriz Julia Stiles (a mesma da trilogia Bourne) que vai dar vida a personagem Lumen, que segundo os próprios produtores da série, é definida como uma mulher "psicologicamente e fisicamente machucada" e que entra na série para ser "um anjo vingativo que ajuda Dexter em sua jornada de expiação".

A quinta temporada de Dexter vai ter a difícil missão de superar o elogiado final da quarta temporada. A produtora executiva Sara Colleton em entrevista ao site TVGuide explicou que os acontecimentos do episódio que encerrou o ano quatro foram feitas justamente para dar aos roteiristas um leque maior de possibilidades sobre os rumos de Dexter.

"Pode ser até que saltemos seis meses no tempo e já comecemos com tudo acertado. Um programa como esses é muito intenso, emocionalmente exaustivo, e ainda temos alguns meses pela frente até a hora de sentarmos de novo todos juntos para discutir o que virá a seguir. Nada está acertado ainda, mas agora temos uma enorme gama de possibilidades".


Rodz Online no Prêmio Vagalume



Fala Galera!! Eu não sou político mas quero pedir o voto de vcs. O Rodz Online também está participando do prêmio Vagalume para blogs de Rock. Basta acessar o link abaixo ou no menu lateral e votar. É super simples e totalmente gratuito. Eu agradeço desde já!!! abçs, Rodz

domingo, 19 de setembro de 2010

Big Four - Box Set

Já está disponível em pré-venda o registro do antológico show da turnê que reuniu Metallica, Slayer, Megadeth e Anthrax esse ano em Sofia, na Bulgária, no dia 22 de Junho de 2010. O box contêm as apresentações completas das bandas e o mimo sai por apenas 99 doletas. Eu quero muito essa caixa mas que vai doer no bolso, ah, isso vai!!!
Vc garante o seu box clicando AQUI.




A caixa “The Big Four” conta com os seguintes itens:

* 2 DVDs contendo os shows de todas as bandas, cenas de bastidores e entrevistas
* 5 CDs com todas as músicas
* Encarte de 24 páginas
* Poster
* Fotos
* Palheta







O track list das apresentações de cada banda foram os seguintes:

METALLICA track listing:

01. Creeping Death
02. For Whom The Bell Tolls
03. Fuel
04. Harvester Of Sorrow
05. Fade To Black
06. That Was Just Your Life
07. Cyanide
08. Sad But True
09. Welcome Home (Sanitarium)
10. All Nightmare Long
11. One
12. Master Of Puppets
13. Blackened
14. Nothing Else Matters
15. Enter Sandman

Encore:
16. Am I Evil? (with the Big Four)
17. Hit The Lights
18. Seek and Destroy

SLAYER track listing:

01. World Painted Blood
02. Jihad
03. War Ensemble
04. Hate Worldwide
05. Seasons In The Abyss
06. Angel of Death
07. Beauty Through Order
08. Disciple
09. Mandatory Suicide
10. Chemical Warfare
11. South of Heaven
12. Raining Blood

MEGADETH track listing:

01. Holy Wars... The Punishment Due
02. Hangar 18
03. Wake Up Dead
04. Head Crusher
05. In My Darkest Hour
06. Skin O' My Teeth
07. A Tout Le Monde
08. Hook In Mouth
09. Trust
10. Sweating Bullets
11. Symphony Of Destruction
12. Peace Sells/Holy Wars Reprise

ANTHRAX track listing:

01. Caught In A Mosh
02. Got the Time
03. Madhouse
04. Be All, End All
05. Antisocial
06. Indians/Heaven And Hell
07. Medusa
08. Only
09. Metal Thrashing Mad
10. I Am The Law

sábado, 18 de setembro de 2010

40 Anos da Morte de Jimi Hendrix


Há exatos 40 anos, no dia 18 de setembro de 1970, um dos guitarristas mais cultuados e influentes da história da música passava dessa para uma melhor. Jimi Hendrix morreu aos 27 anos, na Inglaterra, sufocado em seu próprio vômito e amarrado em uma maca a caminho do hospital. Tudo graças a uma overdose de barbitúricos proviniente da ingestão de nove pílulas de Vesperax.

De acordo com os fatos, Hendrix foi encontrado desacordado na cama do quarto de um hotel inglês em companhia da namorada alemã, Monika Dannemann. Segundo o laudo hospitalar, Hendrix já chegou morto ao hospital. Seu corpo foi enviado aos Estados Unidos e Hendrix foi enterrado no Greenwood Memorial Park, em Renton, no estado de Washington.

E para os fanáticos por Hendrix matarem a saudade do ídolo, uma série de lançamentos e relançamentos está a caminho, com previsão de lançamento no dia 2 de novembro. O grande destaque é o box-set "West Coast Seattle Boy: The Jimi Hendrix Anthology" com 4 Cds. O 1º CD consta apenas de fonogramas em que Hendrix acompanhou artistas de R&B como: The Isley Brothers, Little Richard, entre outros. Já nos outros 3 CDs, poderemos encontrar gravações que vão de 1967 a 1970, com o Experience (em suas duas formações) e também a Band of Gypsys, material ao vivo e em estúdio, incluindo material nunca antes lançado e músicas inéditas.

Além dos 4 Cds, a caixa conta com 1 DVD bônus de 90 minutos de duração com o documentário "Voodoo Child", contando a história de Hendrix em suas proprias palavras, incluindo imagens ao vivo, além de material inédito em vídeo e fotos.



sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Bon Jovi - What Do You Got?


O Bon Jovi fez uma apresentação reservada no teatro P.C. Richard & Son em Nova Iorque, na última quinta-feira, 16 de setembro, exclusiva para alguns afortunados ouvintes da rádio americana Q104.3. 200 ingressos foram distribuídos ao longo de sua programação e os fanáticos puderam conferir a banda ao vivo.

A novidade é que o Bon Jovi está em vias de lançar mais uma coletânea de sucessos, dessa vez abrangendo hits mais recentes e incluiu no set desse show a música "What Do You Got?", que será a música de trabalho da nova coletânea. Foi a primeira vez que a banda executou a baladinha (Especialidade da banda nos últimos 15 anos) ao vivo.












quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Motörhead - Stage Fright

Depois de trinta anos, os veteranos do Motörhead continuam provando aos fãs que uma banda de Rock não precisa fazer um som com técnica e virtuosismo. Basta apenas ser um Rock cativante e é claro, muito alto.



Lançado pela SPV Records, A produção é excelente e o DVD duplo Stage Fright inclui um show completo e repleto de clássicos para uma multidão em Dusseldorf na Alemanha e um segundo DVD recheado de material extra. A performance da banda é vigorosa em músicas como "Ace Of Spades", "Stay Clean", "Killed by Death","Overkill" e "Iron Fist". Iniciando a apresentação com seu bordão clássico:"We Are Motorhead and we play Rock and Roll"(Nós somos o Motorhead e nós tocamos Rock and Roll), Lemmy continua um frontman dos mais carismáticos e domina o público a todo momento. Seus companheiros Phil Campbell (guitarra) e Mikkey Dee (bateria) também seguram a onda com performances matadoras.

Gostei de ver no set list as versões para "Ramones" e "Goin' to Brazil" que aparentemente faziam parte dos sets tocados nessa tour. O DVD 2 conta com muitas cenas de bastidores, entrevistas e afins. Há um segmento intitulado "We Are The Road Crew", com comentários de fãs ao redor do globo. O DVD é embalado em uma caixa tipo slim e inclui um livreto de 16 páginas coloridas com fotos da banda e comentários de Lemmy. Indispensável para os fãs e colecionadores.



Track Listing
1. Dr. Rock
2. Stay Clean
3. Shoot You In The Back
4. Love You Like A Reptile
5. Killers
6. Metropolis
7. Over The Top
8. No Class
9. I Got Mine
10. In The Name Of Tragedy
11. Dancing On Your Grave
12. Ramones
13. Sacrifice
14. Just 'Cos You Got The Power
15. Going To Brazil
16. Killed By Death
17. Iron Fist
18. Whorehouse Blues
19. Ace Of Spades
20. Overkill - encore

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Action Figures - Bon Jovi

Em vésperas de sua apresentação no Brasil, resolvi fazer o review de action figures de hoje com o Bon Jovi.

Bon Jovi
Fabricante: McFarlane Toys
Escala: 7'' ou 18cm
Lançamento: Agosto de 2007
Preço Médio: US$ 20.00 cada figura

Set Completo


O Bon Jovi é uma banda americana de Hard Rock, fundada em 1984, Nova Jersey, que vendeu mais de 150 milhões de discos ao redor do mundo, desde sua formação. Dessa vez a McToys reproduziu, não a banda inteira, mas seus dois membros mais importantes, o vocalista e fundador, Jon Bon Jovi, e o Guitarrista, Richie Sambora na fase mais atual da banda.

Embalagem:
Mais uma vez começando com a parte gráfica:

As cores da embalagem são baseadas no box set da Banda "100 Million Fans Can't Be Wrong", em vermelho e amarelo, com alguns comentários sobre a banda e as fotos do respectivo músico com efeito inverso de cores e imagem no verso. Um detalhe interessante é que no frontal, além do nome do músico, existe a foto do seu respectivo instrumento.
Quanto a proteção da embalagem, padrão McToys de sempre...figuras bem protegidas, sem muito excesso de arames, porém muito bem presos.



Vale lembrar que comprei minhas figuras separadamente mas elas também são vendidas no box de luxo.



Escultura:
Esculturas beirando a perfeição, explorando nitidamente a expressão corporal de ambos os músicos como pode ser percebido na polêmica pose do vocalista, JBJ e na clássica pose do guitarrista. Os figurinos estão com cores sóbrias e bem mais discretos do que os utilizados na década de 80, com toneladas de maquiagem e cabeleiras armadas!!! Richie sambora marca presença com o indefectível chapéu e sobre-tudo. Vale mencionar que a parte mais longa do casacão do Sambora é de borracha maleável. Outro aspecto positivo foi em relação as fotos promocionais, já que o produto final ficou bem fiel aos apresentados nas fotos.



A altura das figuras , sem a base, é a padrão, 18cm

Pintura:
Coloração dos cabelos, roupas e instrumentos perfeitos. A pintura ficou impecável em todos os seus aspectos. Destaque para a reprodução das tattoos do Jon. Excelente!!!





Articulações:
As AFs da McToys viraram estátuas...zero de articulação. É aquela pose ali e ponto.

Acessórios:
O que seria de cada músico sem seu instrumento? O vocalista JBJ, além de seu violão Gianinni, vem com uma réplica do microfone e pedestal usados na última turnê e o Guitarrista, Richie Sambora, com uma réplica impecável da sua custom "Kramer Richie Sambora Double Neck", já conhecida dos fãs da banda. Vale mencionar que as cordas de ambos os instrumentos são esculpidas. Mais uma vez, reprodução PERFEITA da McToys!!! Além dos respectivos instrumentos, (quem NÃO podem ser soltos) as figuras vem com uma base padrão, com aprox 2,5cm , já com a furação correspondente de cada integrante para sustentar as figuras de pé. (Não se sustentam sem a base)
Detalhes: A base do vocalista tem a furação pra fixar tb o pedestal e a do guitarrista tem várias palhetinhas esculpidas. Bem legal.

Violão


Kramer Richie sambora Double Neck e Pedestal e Microfone (usados na última turnê da banda)





Nota Geral:
Para os colecionadores de AFs em geral, mesmo os não-fãs, é inegável que as figuras são perfeitas.
Mas o Set é obrigatório para os fãs da banda!!! Nota máxima com louvor.


Página oficial McFarlane Bon Jovi: http://www.spawn.com/toys/series.aspx?series=352

domingo, 12 de setembro de 2010

Fringe - 3ª Temporada

Fãs de Fringe, atentos!!! A terceira temporada estréia dia 23 de setembro com o episódio intitulado "The Box". O novo poster promocional do ano três conta com alguns easter eggs não são tão óbvios quanto podem parecer e alguns são até um pouco complicados de se enxergar caso não se saiba exatamente o que procurar. Cliquem na imagem para ampliar e confiram alguns segredos na sequência.



O reflexo no vidro é obviamente do Observador.

A Olivia e o Walter do mundo alternativo passeiam pela rua.

O jornal em primeiro plano é o “The New York Messenger”, possivelmente o “New York Times” do mundo alternativo. No título do artigo da primeira página está escrito “Secretário Bishop vai se reunir com o Congresso para avaliar o protocolo de quarentena”.

A mão de seis dedos que aparece nos variados símbolos de Fringe também está marcada na mesa.

O logotipo da xícara de café é o da Fringe Division do mundo alternativo.

Tem uma foto da Olivia no poste de luz.


Lembrando que o eletrizante seriado é exibido aqui no Brasil pelo SBT (com o título Fronteiras) e na TV por assinatura pelo Warner Chanel. Pra quem ainda não assistiu, não perca tempo. A primeira temporada já se encontra disponível em DVD aqui no Brasil.



sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Smallville - Traje Clássico do Superman Revelado


Smallville, a série que muitos amam odiar, está chegando na sua décima e última temporada. A estréia nos states é dia 24 de setembro e os spots de TV já estão rolando há algum tempo mas o que tem chamado a atenção dos fãs é justamente o último spot veiculado que mostra de relance o uniforme clássico do Superman, aparentemente exposto na fortaleza da solidão.

O uniforme já foi visto, tb de relance, no último capítulo da nona temporada, atráves do reflexo dos olhos de Clark quando o mesmo abre a caixa que sua mãe lhe deu de presente. Aliás, conforme revelado no painel de Smallville na Comic-Con desse ano, o traje usado pelos produtores para essa cena da caixa é o mesmo do filme de Bryan Singer, Superman - O Retorno. O comentário entre os fanáticos pela série é que esse uniforme do promo também seja o mesmo usado no filme. Espero que nessa última temporada o superman tradicional, com capa e cueca vermelha, dê as caras e feche o seriado com chave de ouro.

Assistam e comentem o spot:


quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Megadeth - Ouça Agora "Rust In Peace Live"


Conforme eu já tinha postado aqui no Rodz Online, os fãs de Megadeth já podem ir preparando o bolso... além do já prometido DVD com a apresentação do Big Four no Shonisphere Festival, a última noite da comemoração de 20 anos de aniversário do clássico album "Rust In Peace", no Hollywood Palladium, dia 31 de março, também foi devidamente gravada para o lançamento do DVD, CD e Blue-Ray "Rust In Peace Live", que também marca o retorno do baixista original, David Ellefson. E o lançamento , anteriormente previsto para 7 de setembro, foi alterado para o próximo dia 10.

"Rust In Peace Live" em DVD (5.1 Dolby Surround 16:9 Widescreen) e Blu-ray (5.1 DTS Master Audio 1080p High Definition) tem duração de 80 minutos e foi dirigido por Kerry Asmussen (GREEN DAY, JAY-Z, Coachella). Tanto o DVD como o Blu-ray incluirão cenas de bastidores e filmagens da banda passando algumas músicas no camarim antes de entrar no palco.

Dave Mustaine, vocalista e líder do Megadeth comenta o lançamento: "Estamos ansiosos para compartilhar 'RIP Live' com vocês no mundo todo. O aniversário e a volta de David Ellefson foram melhores do que um face lifting e uma garrafa de viagra para o velho Vic" (mascote da banda).

"Rust In Peace" é considerado, tanto pela crítica especializada quanto pelos fãs, um dos melhores albuns de metal da história. O clássico debutou no número 23 da Billboard Top 200 Album Chart nos Estados Unidos e no número 8 no Reino Unido, além de receber indicações ao Grammy em 1990 e 1991 na categoria "Melhor Performance Metal".

Já reservei uma graninha pra pegar o meu...



Pra quem quiser uma palinha de "Rust In Peace" Live, ouça agora:

01. Holy Wars...The Punishment Due


02. Hangar 18


03. Take No Prisoners


04. Five Magics


05. Poison Was The Cure


06. Lucretia
07. Tornado Of Souls
08. Dawn Patrol
09. Rust In Peace...Polaris

Bônus:

10. Skin O' My Teeth (Countdown To Extinction)
11. In My Darkest Hour (So Far, So Good…So What!)
12. She-Wolf (Cryptic Writings)
13. Trust (Cryptic Writings)
14. Symphony Of Destruction (Countdown To Extinction)
15. Peace Sells (Peace Sells…But Who's Buying?)
16. Holy Wars – Reprise (Rust In Peace)

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

EA Sports - MMA


Pra quem curte video games e MMA, a hora está chegando!!! Dia 16 de Outubro vai finalmente ser lançado para PlayStation 3 e Xbox 360 o primeiro jogo de MMA da produtora Electronic Arts Tiburon, sugestivamente batizado de EA Sports MMA.

A lista de lutadores é da melhor qualidade: Fedor Emelianenko, Randy Couture, Bobby Lashley, Nick Diaz, Frank e Ken Shamrock, Renato Sobral, Brett Rogers, Jake Shields, King Mo Lawal, Jason Miller, Cung Le, Gilbert Melendez, Robbie Lawler, Ronaldo Jacaré Souza e muitos outros.

Um dos destaques do jogo é a parceria com a organizadora de eventos do gênero, a Strikeforce, que teve a voz de seus comentaristas inseridos no game. A jogabilidade pode ser totalmente personalizada, mas, por padrão, oferece um sistema parecido com o "Fight Night Round 4", título de boxe, também da EA Sports (Que aliás, é muito bom e eu tb recomendo!!!). Conforme podemos perceber nos videos, o game conta com dojos convencionais, ringues de boxe e até um ginásio de jiu-jitsu brasileiro. Não vejo a hora de jogar logo isso!!! Agora a Yuke's e o UFC Undisputed terão um concorrente de respeito no mercado.

Confiram o video sobre o modo carreira e reparem nos treinadores... Bas Ruten, Randy Couture e ninguém menos que o mestre Rickson Gracie!!!








domingo, 5 de setembro de 2010

Megadeth - Mustaine Fala do Livro "A Heavy Metal Memoir"


Dave Mustaine, líder, vocalista e guitarrista do Megadeth, tem dado muitas entrevistas na mídia divulgando sua recém-lançada autobiografia, "Mustaine: a Heavy Metal Memoir" que foi parar na lista dos livros mais vendidos do jornal New York Times. Lançado em agosto, o livro chegou a alcançar a 15ª e hoje ocupa a 22ª posição na lista dos mais vendidos, entre livros de não-ficção, nos Estados Unidos.

Mustaine que sempre foi conhecido por seu temperamento explosivo, também tem comentado como anda sua relação com o Metallica. Assim sendo, eu preparei uma coletânea dos melhores trechos de cada conversa. Confiram:


Sobre sua autobiografia, "Mustaine: A Heavy Metal Memoir", recentemente publicada:


"Essa história é basicamente no sentido de poder trazer alguma ajuda a outras pessoas e lhes dar um indicativo de que elas não são as únicas que passam por coisas difíceis - e que o que se tem a fazer nesses momentos é ajeitar a roupa e continuar perseverando. Há uma diferença entre alguém escrever uma história sobre você e você escrever uma sobre si mesmo. Eu queria que fosse a verdade e eu queria que fosse uma espécie de testemunho da minha vida e como eu me tornei vitorioso sobre todos os obstáculos que tive enquanto crescia.

Eu tenho quase 50 anos, e, daqui a alguns anos, os jovens não vão se importar comigo, e eu quero me certificar de que eu possa compartilhar todas essas vitórias pessoais que tive com esses garotos antes que o que eu diga ou faça não importe mais. Independentemente se sou eu ou não, é uma provação humana e é vitória pessoal e eu amo dividir isso com as pessoas. Eu sou exatamente como qualquer um. Eu fico feliz, fico triste, rio, choro, fico puto. No meu caso, o problema foi por causa de todas as drogas e álcool e abuso, você toma muitas decisões ruins e decisões ruins são seguidas de pessoas ruins, e você começa a realmente afundar na sua mente, e humor, e atitudes."

Sobre o fato de não tentar glorificar ou exaltar os erros do passado no livro:

"Eu sempre quis falar a verdade às pessoas, sobre o que aconteceu ou estava acontecendo na minha carreira. Assim, elas não iriam simplesmente pensar que eu sou uma pessoa horrível. Mas eu me lembro quando meu filho ainda era apenas um garoto pequeno, nós fizemos o 'Behind The Music' para a VH1 e eu falei sobre crack - bem, meu filho um dia estava voltando para casa no ônibus da escola e os garotos um pouco mais velhos começaram a cantar 'Your dad's a crack head' insistentemente, até conseguir fazê-lo chorar. Aquilo foi doloroso."



Sobre o fato de poder falar a diferentes gerações de fãs e poder contar sobre o que já passou em sua vida:

"Uma das coisas que eu quero que o leitor saiba é que este livro não é algo que escrevi como uma coisa egoísta ou auto-indulgente. É apenas um material onde há muitas revelações e onde eu compartilho coisas da minha vida e da minha caminhada, além de mostrar como minha vida mudou de 2002 pra cá, quando me tornei cristão. Eu, de fato, passei por alguns momentos difíceis quando resolvi dizer que sou cristão, isso porque muitos cristãos são hipócritas e fizeram com que o Cristianismo pudesse parecer algo ruim a outras pessoas. Eu acredito em Deus e em Jesus Cristo, apenas isso, nada mais. Não quero empurrar essa fé goela abaixo de ninguém. Sendo um cara que leu a Bíblia Satânica e fez bruxaria, isso é algo bacana.

Não ha tanta coisa que me intimide, porque eu já morri uma vez, já passei por todo tipo de coisa, mudanças na formação da banda, mudanças de gravadora e de empresariamento, altos e baixos no casamento, com os meus filhos, todo este tipo de coisa, e eu tenho sido tão aberto quanto a isto que o público já sabe, então não acho que há nada no livro que possa me trazer problemas. Há uma ou duas pessoas no livro que eu gostaria de ter queimado, por causa do que sinto a respeito delas e teria sido bem fácil contar um par de histórias que as destruiriam por causa do tipo de pessoas que realmente são, e como elas enganam o público, mas eu não estou numa cruzada para contar às pessoas quem são os “duas caras” da indústria musical. A água tem um jeito de chegar à superfície, e estes caras serão expostos.

A merda foi o processo legal, porque nós gastamos centenas de milhares de dólares para revisar este livro – várias vezes. É uma loucura, porque quando você pensa em fazer um livro, você não irá ganhar uma montanha de dinheiro com isto, você acha que está fazendo como um exercício de amor, e então você observa todo seu lucro ir embora por causa da litigiosidade do nosso país. É uma merda. A versão britânica teve ainda mais vetos, por causa do processo legal. Acho que na Inglaterra, se você lança um livro, há advogados que sobrevivem somente destes lançamentos. Eles lêem os livros em busca de alguém dizendo algo sobre outra pessoa, então eles entram em contato com esta pessoa e falam, “vamos processá-lo”. Então este tipo de coisa meio que tirou um pouco da diversão de lançar o livro no Reino Unido mas, como disse, fui bem honesto com coisas deste tipo. Se eu fiz algo de errado, contei no livro, se alguém fez algo errado eu meio que deixei de lado, porque não irei salvar minha pele às custas de outro. Não é muito legal."



Sobre dividir o palco com o Metallica, a banda que Mustaine co-fundou e da qual mais tarde foi chutado:

"A coisa fantástica foi que, quando a canção acabou, eu abracei o Kirk (Hammett, guitarra) e o Lars (Ulrich, bateria), e quando eu abracei o James (Hetfield, guitarra e vocal, todos do Metallica), a multidão explodiu em aprovação e aplausos mais altos do que quando tocamos a música (Am I Evil?, do Diamond Head). Eles estavam esperando para nos ver tendo algum tipo de demonstração pública de reconciliação. Todos nós queríamos que isso acontecesse há muito tempo, e o Metallica finalmente decidiu que era a hora certa. Antes do primeiro show eles fizeram um jantar para as bandas, e eu fui até o James e disse, "Não quero consertar nosso relacionamento. Gostaria de ter um novo". E foi basicamente o que eu disse ao Kerry quando o vi no Japão. Digo, estamos todos mais velhos agora. Antes, eu disse coisas das quais me arrependo e crescí bastante."


Sobre uma possível tour do "Big Four" nos EUA:

"Todos conversamos, e Lars disse a mim que quer que isso continue. Ele falou sobre isso seguir durante o ano que vem. E nossos agentes dizem que há conversas sobre isso acontecer em 2012. Então estão todos falando agora. É apenas questão de fazer acontecer."


Sobre todas as polêmicas com o Metallica devido aos problemas nos primórdios da banda e sobre sua atual relação com os antigos colegas de grupo:

"Eu estive com eles agora na Europa, por um bom tempo, jantamos juntos e aquilo tudo foi muito bom. Eu estava lá, sentado à mesa com Lars e James, pensando o quanto era legal podermos estar juntos novamente. Estamos em bandas diferentes, mas o fato é que somos nós, aqueles três jovens caras do passado, com tudo o que realizamos, a forma como mudamos o mundo. Quero dizer, honestamente, hoje em dia você não pode assistir a um programa de televisão sequer onde não apareça alguma música que tenha de alguma forma sofrido influência daquilo que nós criamos.

Estar apto a sentar ali, lado a lado com nossos irmãos, e sabendo que naquele local estavam presentes a nata do heavy metal americano, é um sentimento muito prazeroso. Minha relação com Lars e James já foi amplamente divulgada, publicada e polemizada. Então, eu cheguei até James e lhe disse, 'eu não quero tentar consertar a nossa relação antiga, seria como tentar arrumar as cadeiras no convés do Titanic. O que eu quero é construir uma nova relação com vocês', e eu acho que é isso que temos agora, uma nova relação. Isso é ótimo... e eu verei o James novamente, quando estivermos passando com a 'American Carnage' tour em São Francisco."

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Jeff Scott Soto - Cover Songs

Jeff Scott Soto é um dos meus vocalistas favoritos e um artista dos mais versáteis. O cara já gravou trabalhos com artistas renomados como o guitarrista Malmsteen, Axel Rudi Pell, as bandas Talisman, Takara, Saygon Kick e de quebra também gravou a trilha sonora do filme Rock Star com a banda Steel Dragon, formada por Jeff Pilson (Dokken) no baixo, Jason Bohan na batera e Zakk Wylde (Black label Society) nas guitarras.

Mas o mais interessante é que Soto já participou de diversos albuns tributos, incluindo aí, Ozzy Osbourne, Van Halen, Aerosmith e muitos outros, sempre com interpretações marcantes e arrancando elogios de seus críticos. Pra quem ainda não conhece o trabalho do cara vale dar uma ouvida no album "Cover Songs" e ter uma boa idéia da voz de Soto.



COVER SONGS
01.Carry On Wayward Son (Kansas)
02.Born To Be Wild (Steppenwolf)
03. Forever Young (Alphaville)



04.Don't Turn Around (Aswad)



05.Hush (Deep Purple)
06.Frozen (Madonna)



07.Shot In The Dark (Ozzy Osbourne)
08.I Will Survive (Gloria Gaynor)



09.Y.M.C.A. (Village People)



10.Cryin' (Aerosmith)



11. Rockin Down The Highway (Doobie Brothers)
12.Tearin' Out My Heart (Rainbow)
13.Dance The Night Away (Van Halen)



14.So This Is Love (Van Halen)
15.Wishing Well (Free)
16.Somebody To Love (Sam Cooke)
17.Crazy (Seal)



18.Running With The Pack (Bad Company)
19.Send Her My Love (Journey)
20.Purple Rain (Prince)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...