domingo, 27 de fevereiro de 2011

Accept - Blood of The Nations

Antes de mais nada, vamos as informações técnicas: Décimo segundo album de estúdio do Accept, Blood of the Nations foi lançado em 2010 pela gravadora Nuclear Blast. É o debut do vocalista Mark Tornillo e também o primeiro album sem o emblemático Udo Dirkschneider nos vocais desde Eat the Heat de 1989. Há 26 anos afastado do Accept, Blood of the Nations marca também o retorno do guitarrista Herman Frank, que não gravava com a banda desde o album Balls to the Wall.



Primeiro, as considerações sobre Mark Tornillo (Ex-TT Quick). Não é qualquer um que vai quebrar o gelo e vencer a desconfiança de assumir o posto do mítico Udo, mas Mark não faz feio e mostra muito feeling e disposição no gogó. Nos clássicos, Udo é imbatível, mas Mark se dá bem como frontman de Blood of the Nations.

Quanto ao album em si, não tem muita novidade, o que nesse caso, não deve ser visto como um comentário negativo, afinal, o que temos são riffs completamente heavy metal, sem enrolações, com Wolf Hoffman e Herman Frank despejando o mais puro metal em nossos ouvidos. Um grande retorno do Accept; com uma autêntica aula de heavy metal em pleno 2010 (o album é do ano passado, hein?) e; na minha humilde opinião, já ouso alçar Blood Of The Nations ao posto de um dos melhores albuns da discografia da banda. Destaques para as faixas Teutonic Terror, The Abyss, Lock And Loaded, Blood Of The Nations e Beat The Bastards.


Tracklist:

1. Beat the Bastards 05:23
2. Teutonic Terror 05:12
3. The Abyss 06:52
4. Blood of the Nations 05:36
5. Shades of Death 07:30
6. Locked and Loaded 04:27
7. Kill the Pain 05:46
8. Rollin' Thunder 04:53
9. Pandemic 05:35
10. New World Comin' 04:49
11. No Shelter 06:02
12. Bucketful of Hate 05:11

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar do RODZ ONLINE. Não deixe de seguir. Sua visita e comentários mantem o blog vivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...