terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

The Wrestler - O Lutador


Por muito tempo adiei a resenha desse maravilhoso longa de Darren Aronofsky (o mesmo de Cisne Negro); mas chegou a hora do Rodz Online fazer justiça a essa obra-prima do cinema. A trama até que se assemelha a vida de Mickey Rourke, o protagonista do filme, já que Rourke era considerado o queridinho de Hollywood nos anos 80, com uma carreira promissora e famoso por filmes como "Orquídea selvagem", "9 e meia semanas de amor" e "Coração satânico" (Esse último, um clássico, onde Rourke contracena com Robert De Niro no auge de suas melhores perfomances) mas que simplesmente caiu no esquecimento ao tomar decisões erradas na vida pessoal e profissional e só de uns anos pra cá parece se reencontrar com o sucesso e as boas atuações.

Antes de continuar, deixa eu esclarecer um detalhe... O Lutador não é um filme de luta livre ou sobre tal, e sim uma história sobre desafios.

Mas pq a história de Rourke se assemelha ao longa O Lutador (The wrestler, 2008)? Pq na trama, Rourke dá vida a Randy "The Ram" Robinson, um ex-campeão de luta livre (wrestling), ídolo nos anos 80, mas que acabou chegando a decadência por conta de seus próprios excessos. Randy Robinson continua fazendo shows de luta livre para um pequeno público e finge pra si mesmo que os dias de glória continuam. No entanto, ele envelheceu, seu corpo não é mais o mesmo e um ataque cardíaco afasta Randy dos ringues.

Odiado pela filha (Evan Rachel Wood), Randy é obrigado a parar de lutar e encarar outra realidade. Pra isso precisa se virar e trabalhar no balcão de frios de um supermercado pra se sustentar e acaba buscando afeto nos braços de uma velha conhecida, a stripper quarentona, Pam (Marisa Tomei). Mesmo a dupla de protagonistas, Rourke (com excesso de botox) e Marisa Tomei, não tendo arrematado a estatueta dourada do Oscar pela qual estavam indicados, nas categorias de melhor ator e atriz, a interpretação de ambos é carismática e merece destaque.



O filme também é um deleite pra quem gosta de luta livre, com lutadores de verdade colaborando para criar uma atmosfera bem realista e mostrando os bastidores dos shows, as amizades dos lutadores, e também o lado negro do negócio, como as drogas que rolam, a solidão e decadência dos astros do passado. Destaque para a trilha sonora, com muito hard rock oitentista, como Guns N' Roses, Firehouse, Ratt e Accept!

O diretor Darren Aronofsky, conduz as cenas de forma fenomenal com um detalhe curioso; Aronofsky se utiliza do manual e posiciona muito a câmera atrás dos personagens, como se estivesse seguindo seus passos, e ao mesmo tempo, fazendo referência ao ambiente esportivo.


Finalizando, O Lutador é um filme que nos mostra como excluídos de amor e de oportunidades de uma vida melhor; como o Randy e Pam, se viram pra seguir em frente. Como eles convivem com a decadência. A cena de Randy e sua filha na beira da praia é de comover qualquer marmanjo. E o final do longa é sensacional. Confiram!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar do RODZ ONLINE. Não deixe de seguir. Sua visita e comentários mantem o blog vivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...