quinta-feira, 7 de abril de 2011

Slash - Vivo Rio, Rio de Janeiro, 06/04/2011

É isso aí, galera, acabei de chegar do show do Slash e vou dar uma resumida aqui de como foi a noite de Rock n' Roll, excelente por sinal!!!

Cheguei por volta das 21:00hs ao Vivo Rio, sem muitas dificuldades pra entrar apesar da longa fila e ainda deu pra ouvir a banda de abertura, o Tempestt, encerrar seu set com o clássico do AC/DC "Back in Black". Pra minha surpresa, a casa recebeu um bom público e apesar de não estar lotada, estava cheia. Slash mandou bem desde o início, diferente de seu ex-companheiro de Guns N' Roses, Axl Rose, começando seu set no horário marcado.



Abrindo o show com a ótima música "Ghost" de seu album solo, Slash foi ovacionado pelo público carioca desde o início. Aliás, público esse que agitou em praticamente todas as músicas e fez bonito na interação com a banda. A animação foi ainda maior quando o guitarrista atacou com a primeira música do Guns N' Roses da noite, "Nightrain". Sem sombra de dúvidas as músicas do Guns eram as mais comemoradas.



Slash tocou o show inteiro com as suas marcas registradas, a indefectível cartola e seus óculos escuros. O cabeludo começou economico nas palavras, só falando com os fãs na hora de introduzir a sétima música da noite, "Civil War" mas depois foi se soltando e agradeceu ao fim de algumas músicas com um "obrigado" carregado no sotaque. Slash disse que seu português não era muito bom e que esperava que o inglês da galera estivesse em dia. Em outra ocasião, mencionou ainda que a primeira vez que tocou no Rio foi em 1991, no Rock in Rio, e que desde então, o Rio se tornou uma de suas cidades favoritas pra tocar pois é sempre bem recebido e se diverte muito por aqui.



O set list foi basicamente o mesmo dos últimos shows da tour sulamericana, recheado de músicas do Guns N'Roses, além das músicas do primeiro album solo Slash, algumas músicas do Velvet Revolver e tb do Slash's Snakepit. A surpresa no set ficou por conta da inclusão das músicas "Beautiful Dangerous" (cantada no CD pela Fergie), "We're All Gonna Die" (que foi cantada pelo baixista Todd Kerns) e "Just Like Anything". O momento de catarse do show, como não podia deixar de ser, foram as execuções de "Sweet Child O’ Mine" e "Paradise City", que fechou a noite. A banda estava impecável e teve como destaque, obviamente, o vocalista Myles Kennedy, que aproveitou pra rasgar seda para a cidade, dizendo que o Rio de Janeiro realmente era uma "Paradise City".



Em pouco mais de 2 horas de apresentação, Slash incendiou o Rio de Janeiro, tocou os clássicos do Guns de forma soberba e como eles merecem ser tocados, deu aula de guitarra e ainda mostrou como se faz um verdadeiro show de Rock n' Roll. Se Axl Rose pudesse ver ficaria com uma pontinha de inveja.




Set List Slash:

Ghost
Mean Bone (Slash´s Snake Pit)
Sucker Train Blues (Velvet Revolver)
Been There Lately (Slash´s Snake Pit)
Nightrain (Guns N´Roses)
Rocket Queen (Guns N´Roses)
Civil War (Guns N´Roses)
Back From Cali
Starlight
Nothing To Say
Beautiful Dangerous
We're All Gonna Die
Jam Session da banda
Just Like Anything (Slash´s Snake Pit)
My Michelle (Guns N´Roses)
Patience (Guns N´Roses)
Godfather Theme
Sweet Child O’ Mine (Guns N´Roses)
Slither (Velvet Revolver)

Bis
By The Sword
Mr.Brownstone (Guns N´Roses)
Paradise City (Guns N´Roses)


Desculpem a péssima qualidade do vídeo mas minha câmera é uma porcaria!!!
Aqui um trechinho do show:






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar do RODZ ONLINE. Não deixe de seguir. Sua visita e comentários mantem o blog vivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...