quarta-feira, 20 de julho de 2011

Tyketto


Muita gente não conhece e nem mesmo ouviu falar do Tyketto. Pois chegou a hora do Rodz Online dar uma força a essa excelente banda formada em Nova York e considerada pelos fãs do Hard rock como uma das mais injustiçadas bandas do gênero. Assim como outros nomes de qualidade do Hard Rock, a banda foi mais uma vítima do mercado fonográfico que enterrou o estilo no início dos anos 90, dando espaço ao grunge. Formado em 1987 pelo vocalista Danny Vaughn que já havia cantado no Waysted, banda do baixista Pete Way do UFO, o Tyketto batalhou durante três anos até conseguir um contrato com a Geffen Records em 1990, que na época, investia pesado em bandas de Hard Rock.

Danny Vaughn convocou o guitarrista Brooke St. James, o baixista Jim Kennedy e o baterista Michael Clayton e juntos gravaram o debut da banda, o magistral "Don't Come Easy", que pra infelicidade do Tyketto, só chegou às prateleiras em 1991, quando o Nirvana com o album "Nevermind" e o Pearl Jam com "Ten" já ditavam a nova tendência musical e dominavam o Rock mainstream. Mesmo com o single "Forever Young" rolando e conquistando uma certa notoriedade nas paradas especializadas, o Tyketto não conseguiu o destaque merecido.



Mas como bem sabemos aqui no Brasil (tendo em vista as inúmeras bandas de axé e pagode), sucesso nem sempre é sinônimo de qualidade e mesmo sem o sucesso merecido, "Don't Come Easy" é definitivamente um dos melhores albuns de Hard Rock da história. Infelizmente o album não teve a recepção esperada pela gravadora e a banda acabou sendo demitida. Antes disso, a banda sofreu uma baixa. A saída de Jimi Kennedy - substituído por Jaimie Scott. Somente em 1994 a banda soltou o segundo álbum "Strength In Numbers", musicalmente estraordinário, que já estava pronto desde 1992 mas por conta do rompimento com a Geffen, levou 2 anos pra ver a luz do dia e acabou saindo pela CMC Internacional (divisão da Sanctuary Records) quase sem repercussão.

Definitivamente os dois primeiros albuns do Tyketto, "Don't Come Easy" e "Strength In Numbers", fazem parte da lista de injustiçados do Rock, principalmente do Hard Rock, pois alcançaram um sucesso bem limitado mesmo com a incansável legião de fãs que o grupo conquistou. A grande baixa na formação veio no ano seguinte, quando o vocalista Danny Vaughn abandonou o barco para tomar conta de sua esposa que estava com câncer. Para o lugar de Danny, veio Steve Augeri, responsável pelos vocais de "Shine", terceiro registro da banda lançado ainda em 1995 pela CMC Internacional nos Estados Unidos e pela Music For Nations no resto do mundo - mesma iniciativa que apostou no Tyketto quando foram demitidos da Geffen.



Particularmente o "Shine" não é um dos meus albuns preferidos, já que as diferenças são grandes entre ele e os outros dois trabalhos. O album não tem tanto peso e o vocal de Steve, embora competente, é mais voltado para o AOR, fugindo das características de Danny, mais voltado para o Hard melódico e que acabou criando a identidade do Tyketto. A verdade é que com a entrada de Steve a mudança no estilo era meio que previsível, no entanto, não foi bem recebida. As vendas de "Shine" foram pífias e acabou colocando a banda em crise, culminando com seu desmanche em 1996.

Antes de se separarem, o Tyketto lançou o album "Take Out & Served Up Live" que serviu como uma despedida, pois é na verdade uma coletânea de demos, raridades e faixas ao vivo. Nas sete primeiras faixas, temos os vocais de Danny Vaughn. No restante, Steve Augeri faz os vocais das oito faixas gravadas em Londres. Mas "Take Out & Served Up Live" não foi o fim definitivo do Tyketto, já que em 2004 e 2007 (com a formação original) a banda se reuniu para uma série de shows. Os caras vieram em 2008 para o Rio de Janeiro e tocaram no Circo Voador mas eu estranhamente não tomei conhecimento do show na época. My Bad.

Gostou do Tyketto? Dá uma força no facebook e curta a comunidade da banda: http://www.facebook.com/home.php#!/pages/Tyketto/138313192912527



Da esq. p/ dir.: Jaimie Scott, Michael Clayton, Danny Vaughn, Brooke St. James.



Discografia:

Don't Come Easy (1991)
Strength in Numbers (1994)
Shine (1995)
Take Out & Served Up Live (1996)
The Last Sunset - Farewell 2007 (2007)








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar do RODZ ONLINE. Não deixe de seguir. Sua visita e comentários mantem o blog vivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...