quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Bon Jovi - Slippery When Wet 25 Anos


Semana passada o Bon Jovi comemorou 25 anos do clássico album e um de seus maiores sucessos: Slippery When Wet. Depois do fracasso comercial de 7800° Fahrenheit, o Bon Jovi já acumulava dois lançamentos (O primeiro album homônimo de 1984 e 7800° Fahrenheit de 1985) sem muito impacto comercial, o que já foi o suficiente pra garantir umas dívidas e não permitir que banda rendesse algum dinheiro. Sem muitas alternativas, Jon e Richie resolveram seguir um conselho de Gene Simmons e Paul Stanley (KISS) e contrataram os serviços do hitmaker Desmond Child para as composições. Os primeiros hits a saírem do forno foram Livin’ On A Prayer, Wanted Dead Or Alive e You Give Love A Bad Name, futuros clássicos da banda.

Depois que as composições estavam todas prontas, a banda aportou em Vancouver no Canadá, no Little Mountain Studio, onde o produtor Bruce Fairbarn, juntamente com Bob Rock (que produziu o álbum Keep The Faith, 1992), que foi o engenheiro de som e responsável pela mixagem de Slippery, aguardavam o Bon Jovi. Um detalhe curioso é que durante as sessões de estúdio, Jon Bon Jovi cogitou não colocar Livin’ On A Prayer no album, por não acreditar que a música tinha potencial para se tornar um hit. Coube então ao guitar hero, Richie Sambora, convencer o vocalista do contrário. Como bem sabemos, deu certo e a canção se tornou o maior hit da banda.

O primeiro single do album, You Give Love A Bad Name , foi lançado em 23 de julho de 1986 e logo estourou nas paradas americanas, subindo freneticamente para o número 1 das paradas Hot 100 da Billboard. De banda de abertura do Kiss, o Bon Jovi conseguiu alcançar sucesso para vender sua própria turnê como banda principal. Com uma tour de headliner agendada, em 18 de agosto do mesmo ano, Slippery When Wet chegou as prateleiras e se acomodou nas paradas de sucesso entre 1986 e 1987, colocando nada mais nada menos que 4 singles entre os 10 primeiros. A façanha garantiu ao Bon Jovi a honra de ser a primeira banda de hard rock a emplacar dois singles consecutivos em primeiro lugar nas paradas norte-americanas.

O segundo single a ser lançado foi justamente a música que quase ficou de fora, Livin’ On A Prayer. Não demorou muito para que ela também atingesse o número 1 das paradas. Livin’ On A Prayer tinha um trunfo a mais para favorecer o Bon Jovi. Apesar de ainda ser considerada hard rock, tinha uma sonoridade mais acessível para as rádios e também para a MTV! Aliás, a banda se tornou uma das queridinhas da MTV, que não parava de exibir os vídeos do BJ e aumentaram ainda mais o sucesso da banda.


Outra curiosidade... A capa proposta inicialmente, foi vetada por Jon por 2 motivos: Primeiro porque mostrava a blusa de uma mulher, sugestivamente molhada e com os seios em destaque e segundo porque por conta dessa capa, certamente a banda enfrentaria problemas para vender o album na rede de lojas Wal Mart. Assim sendo, a capa foi alterada para a que conhecemos hoje. Curiosidades a parte, depois de 2 singles o Bon Jovi já contabilizava 28 milhões de cópias vendidas ao redor do mundo e 12 milhões somente nos Estados Unidos, transformando a banda no maior fenômeno comercial do hard rock e firmando o posto de sex symbol do rock para o vocalista Jon Bon Jovi. As gravadoras e a MTV começaram a apostar no filão do Hard Rock e o estilo se firmou como um dos principais da década de 80.


O terceiro single lançado foi Wanted Dead Or Alive, chegou ao número 7 das paradas e se tornou mais um clássico imperdível nos shows da banda. Chegou a ser cogitado que o album se chamasse Wanted Dead Or Alive mas a idéia acabou abolida. O quarto e último single foi Never Say Goodbye, que é na verdade, uma composição sobre a namorada de Jon da época de escola, Dorotéia, que acabou se tornando sua esposa. A composição é uma das clássicas dobradinhas de Jon e Richie e já dava sinais do potencial da dupla para escrever as indefectíveis baladinhas.

Não foi à toa que Slippery When Wet catapultou a banda ao mega estrelato. Além dos singles, o album inteiro é um clássico e conta com ótimas faixas como Let It Rock, I'd Die For You, Raise Your Hands e Wild In The Streets. 25 anos depois, é inegável o que esse album representou para o gênero e para a história do rock. Se você ainda não ouviu, conserte esse pecado e faça-o o mais rápido possível.

Gostou do post? Então dá uma curtida no link do Rodz Online no facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar do RODZ ONLINE. Não deixe de seguir. Sua visita e comentários mantem o blog vivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...