terça-feira, 25 de setembro de 2012

Dredd - Resenha


Apesar de ser baseado no personagem das HQs, juíz Dredd, o policial do futuro com o poder de julgar criminosos e executar suas sentenças nas ruas de Megacity, esse novo "Dredd" não é um remake daquele filme clássico de 1995 com o Sylvester Stallone. Pra quem nunca ouviu falar do personagem, Dredd faz parte de uma força policial que tem autoridade para julgar os criminosos e executar suas sentenças imediatamente após o crime ter sido cometido e o bandido ter sido pego. O detalhe é que mesmo os juízes precisam seguir as diretrizes e leis do Salão de Justiça e sofrem penas severas caso não as cumpram.

Pois bem, nesse novo longa, o juíz Dredd (interpretado corretamente por Karl Urban que não mostra a cara e passa 100% do filme dentro do capacete) é incumbido de avaliar uma aspirante, a novata Anderson (Olivia Thirlby), que possui poderes mediúnicos. No primeiro dia de avaliação da caloura, ao investigar um triplo homicídio, ambos acabam presos em um mega-complexo, um prédio de 200 andares, espécie de favela vertical, chamado Peach Trees.

A maior parte dos moradores de Peach Trees são apenas cidadãos comuns mas quem garante a ação do longa caçando a dupla de juízes é a traficante Ma-Ma (Lena Headey, a rainha Gorgo do filme 300), líder da gangue que domina o complexo. Ma Ma é uma criminosa de alta periculosidade e criou uma nova droga, chamada slo-mo, que tem o poder de fazer com que o cérebro perceba a passagem do tempo com 1% da velocidade real. Ideal para torturar aqueles que ficarem sob seu efeito. Já viu o terror né?

O diretor Pete Travis conseguiu passar brilhantemente o clima de futuro caótico com uma superpopulação e o aumento da violência e utilizou com maestria os efeitos especiais e recursos de super câmera lenta. Conseguiu também ótimas atuações por parte de Lena Headey e Olivia Thirlby, que são sem dúvida, os destaques do filme. Com bastante realismo para um filme de ação, Dredd  tem um visual que remete bem aos anos 80 e tem doses cavalares de sangue e violência em aproximadamente 95 minutos de projeção. Vale a diversão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar do RODZ ONLINE. Não deixe de seguir. Sua visita e comentários mantem o blog vivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...