sábado, 6 de maio de 2017

Grand Canyon West

Diferente do que muita gente imagina, o Grand Canyon não está ao lado de Las Vegas. Ao longo dos 446 quilômetros do rio Colorado, o Grand Canyon tem 3 pontos de visitação turística: a borda norte (North Rim), a borda sul (South Rim) e a borda oeste, conhecida por Grand Canyon West. Pra ir ao Grand Canyon pelo acesso sul (South Rim) do Parque Nacional são 450 quilômetros de Las Vegas, 100 quilômetros de Williams, 135 quilômetros de Flagstaff. O acesso norte também fica dentro do parque nacional mas o acesso é mais difícil.

Grand Canyon West


Em Vegas você vai encontrar várias agências que oferecem o passeio, mas normalmente é o bate-volta de ônibus ao Grand Canyon West (195 km de Las Vegas), ou então os passeios mais salgados de avião ou helicóptero. O Grand Canyon West é bastante visitado pelos brasileiros por ser o ponto de visitação mais próximo de Las Vegas, porém fica fora do Parque Nacional Grand Canyon, em uma reserva indígena. Como eu optei por ir de carro pra otimizar o meu tempo e só reservei um dia pra esse passeio, vou contar a minha experiência na visita somente ao Grand Canyon West

Se você pretende fazer somente o bate-volta, você tem a opção de procurar pelas agências de viagem espalhadas pela cidade ou ir de carro, fazendo um percursso de aproximadamente 2 horas e 30 minutos. É sem dúvidas a melhor opção para quem não quer fazer uma viagem muito longa. A estrada pra lá é muito bem sinalizada, a paisagem é fantástica e o asfalto é um tapete. Basta colocar no GPS o endereço Grand Canyon West Airport que não tem erro. Eu aproveitei a viagem pra fazer um pit stop na Represa Hoover (Hoover Dam) que fica cerca de 48km de distância e 30 minutos de Vegas (Clique no link pra conferir o post sobre a Hoover Dam).

Seguindo em direção ao Grand Canyon

Curtindo o deserto



 
Chegando no Grand Canyon West Airport você vai precisar estacionar e logo vai avistar uma enorme tenda branca. Nessa mesma área existe uma loja para compra de souvenirs e também banheiros. Aqui você vai comprar sua entrada para o parque e vai precisar pegar um ônibus que vai te levar aos pontos turísticos do parque. Existem dois tipos de entrada (confira os valores atualizados no site), a  Hualapai Legacy, que é um ingresso mais barato e te dá direito a entrada e ao translado de ônibus até o parque; e o Legacy Gold, ingresso mais caro, e que inclui a entrada do parque, ônibus, uma refeição e mais a entrada no Skywalk. Eu até estava disposto a pegar a segunda opção mas quando fiquei sabendo que no acesso ao Skywalk não é permitido levar câmeras, celulares ou objetos pessoais, achei melhor passar. De acordo com a administração, as regras são para preservar o vidro da passarela.

Loja de souvenirs

 Com o seu ingresso em mãos você vai pegar o ônibus até os pontos turísticos. O West Rim tem três pontos de observação: Eagle Point, Hualapai Ranch e Guano Point. Você pode ficar o tempo que quiser em cada ponto e os ônibus passam de 15 em 15 minutos para levar os passageiros aos outros dois pontos de observação. O primeiro ponto é o Eagle Point e é lá onde fica a famosa passarela de vidro, Skywalk. Você é livre pra fotografar mas é bom tomar muito cuidado pq não existe nenhum tipo de proteção na borda do precipício. Várias empresas fazem passeios de helicóptero e rafting pelo rio Colorado. Eu gostaria muito mas por falta de time & money, não pude fazer nenhum destes passeios, que diga-se de passagem, são beeeeem salgados. Uma última dica: Se você for durante o verão, minha sugestão é que beba muita água e não esqueça o protetor solar pq o sol castiga bastante e o calor é insuportável.


Em Eagle Point você encontra réplicas de
habitações autênticas de várias tribos indígenas americanas.

Skywalk ao fundo




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar do RODZ ONLINE. Não deixe de seguir.